29 de julho

GDF - Administrações Regionais
30/03/20 às 13h53 - Atualizado em 30/03/20 às 13h59

Após forte chuva, GDF presta assistência imediata ao Varjão

COMPARTILHAR

 

 

 

 

Em parceria com a Administração Regional do Varjão, equipes do Governo do Distrito Federal se uniram para reparar os danos causados por uma forte chuva ocorrida ontem (26). Segundo a administradora regional, também moradora do Varjão, Nair Queiroz, foi um fato atípica e isolado, que há muitos anos não acontecia com tamanha dimensão, na cidade.

 “Quando soube da situação, eu e minha equipe técnica fomos prontamente verificar o que estava ocorrendo. Vimos as quadras alagadas e ruas danificadas. Acionamos os órgãos competentes e, ontem mesmo, tivemos o apoio da Defesa Civil e bombeiros”, explicou a administradora.

Para resolver o transtorno com eficiência, o GDF atuou com precisão. E, hoje, desde cedo, a Administração conta com o suporte de diversos órgãos, como Secretaria de Governo, Secretaria das Cidades, Defesa Civil, Bombeiro, Ceb, Caesb, Novacap e de algumas administrações regionais que se mostraram solidárias. “O Governo foi todo mobilizado. Fizemos limpeza em todas as áreas afetadas e nas bocas de lobos da cidade – trabalho já realizado periodicamente pelo GDF Presente”, disse Nair.

Karen Eliane Santiago (39), moradora do Varjão há 35 anos, conta que ontem no fim do dia, a administradora já estava com a equipe in loco, para verificar a situação das casas e famílias. “Trabalharam até tarde da noite, junto com a Defesa Civil, disponibilizaram cestas básicas e colchões. Hoje, bem cedo, a equipe da administração já estava com as máquinas em campo, trabalhando com tratores, arrumando tudo e reparando os danos” disse ela. 

 

 

 

 

“Tenho muito orgulho do trabalho que está sendo desenvolvido pela Administração. Tiro o chapéu para essa gestão que nos enxerga com sensibilidade. Nunca tinha visto uma ação tão rápida de Governo. Estão de parabéns!”.

Ontem, devido a chuva intensa, as bacias transbordaram. O volume de água desceu com muita força pelo morro que divide o Varjão do Residencial Taquari – geograficamente localizado em um ponto mais alto. Com isso, parte do muro de contenção, que fica na base do morro, cedeu, causando o alagamento das residências ao redor.    

Após análise técnica da estrutura das casas mais atingidas, a Defesa Civil avaliou que não há necessidade de interdição, nem retirada das famílias do local. 

 

 

 

 

Segundo Gabriel Silva, (21), morador da quadra 5, local bastante atingido pela força da água, disse que até então, parecia uma chuva passageira, mas de repente, a chuva começou a invadir as casas muito rapidamente. “Foi uma cena horrível, uma confusão, mas em seguida, já nos deparamos com a ação da Administração, bombeiros e Defesa Civil, dando todo o suporte às famílias que foram mais prejudicadas”, relatou Silva. 

“Ter o apoio imediato do Governo foi muito importante. Nasci no Varjão, e nunca tinha visto a solução chegar tão rápido. Me surpreendeu positivamente. A administradora se fez presente todo tempo, e desde cedo estamos vendo a movimentação para que sejam tomadas as providências necessárias. Com certeza, nos atender prontamente, foi um diferencial dessa gestão”, completou Gabriel.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros